trt

André e Larri participam de marcha em Brasília

Cristiano Silva
imprensa@novocabrais.rs.gov.br

marcha_cabrais

André e Larri participaram junto com outros prefeitos do Brasil da Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, que ocorreu no Centro Internacional de Convenções do Brasil

A 20ª edição da Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, promovida pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM), levou cerca de 5 mil representantes municipais como prefeitos, vice-prefeitos e funcionários públicos entre os dias 15 e 18 de maio à Brasília. Na capital federal, entre cerimônias, assembleias, plenárias, congressos e lançamentos de projetos, a CNM, representada pelo seu presidente Paulo Ziulkoski, se posicionou oficialmente a favor da reforma na previdência, dizendo que, apesar das “diferenças ideológicas e partidárias”, a entidade apoia a reforma previdenciária. Representando Novo Cabrais na 20ª Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, o prefeito André de Lacerda, o seu vice-prefeito Larri Schoenfeldt e a agente municipalista Quelen Machado, que foi convocada pela CNM a participar das atividades e orientações técnicas nas ações, junto com outros prefeitos do Rio Grande do Sul, lançaram uma nota contra a atitude da CNM em apoiar a reforma da previdência, afirmando que a entidade tomou essa posição oficial sem consultar os prefeitos de todo o país e reafirmando a posição de Cabrais e de outros municípios do Estado contra a reforma da previdência.

VISITAS PONTUAIS

20170516_130605r

Elvino Bohn Gass recebeu André, Larri e Quelen em seu gabinete 

Além da participação na Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, André, Larri e Quelen aproveitaram a oportunidade na capital federal para protocolar liberações e autorizações de projetos no Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Ministério da integração, Ministério da Saúde e Ministério do Turismo. Além da ida aos ministérios, o trio cabraisense participou de um encontro com o deputado federal Henrique Fontana e outras lideranças do Rio Grande do Sul para tratar sobre a reforma da previdência. Na oportunidade Fontana destacou o impacto negativo que a reforma causará na economia dos municípios e das famílias. Os assessores da deputada federal Maria do Rosário e do deputado federal Giovani Cherini também receberam André, Larri e Quelen, assim como o deputado federal Elvino Bohn Gass, que no encontro em seu gabinete destacou que “a principal dificuldade que os pequenos agricultores familiares vão encontrar se aprovada a reforma da previdência, é a contribuição mensal por membro da família, e não mais pelo desconto no bloco de produtor, sendo R$ 50,00 por familiar”.